15 de outubro de 2010

Mudanças do "Eu"

3 comentários
Sabe quando tudo em sua vida parece diferente? Quando as coisas de que gostava se tornam apenas lembranças? Você está passando por mudanças, mudanças que muitas vezes não temos como barrar, elas são necessárias e se você não for detalhista a ponto de perceber que algo está mudando, você simplesmente se vê diferente e se pergunta quando a transição aconteceu. É sabio dizer que mudamos a todo instante, mas que grandes mudanças são poderosas, mudam todo o jeito de viver e ver a vida, é como ser e não ser, um dia você acorda dizendo que tudo o que gostava não é mais válido, que antes a coca-cola que te fazia feliz, hoje lhe tras dores no estômago, ou que aquela pessoa que você mais se indentificava, já não parece tão interessante.
Então você começa pensar quando e como isso aconteceu, ao mesmo tempo que não se imagina sem algo que gostava, se sente aliviado por não sentir falta desse algo, é como se uma ventania tivesse passado e mudado completamente o seu antigo "eu", trazendo atona um novo "você" revitalizado e remodelado para uma nova vida, para novas experiências e percepções e para que isso acontecesse mudanças eram necessárias. Essas mudanças chegam e no fundo por mais que não se queira mudar, existe algo maior trabalhando por essa mudança, resistir é impossível quando principalmente sabemos que isso é para nosso bem, não vamos nos culpar e barrar o progresso, vamos abençõar os novos sentimentos, e deixa-los partir. Vista a nova roupa com alegria, guarde  a velha no armario pois ela fez parte de sua vida, e no final você percebe que tudo não passa de estágios na evolução da sua atual consciência, siga o coração deixe perceber o que te faz bem ou não, e faça, a razão pode falhar muitas vezes, o coraçao trabalha com algo que não se pode entender, só sentir, e a razão trabalha  analizando e calculando o processo, quando o coração palpitar pedindo por mudança, não negue isso a você mesmo, o coração nos guia por linhas invisíveis e que mostram realmente aquilo que devemos fazer, e a razão nem sempre...





3 comentários:

  • 15 de outubro de 2010 22:56

    Seu blog está 10, layout fácil e intuitivo, posts bem atraentes e personalização atual, sobre este post digo que sou uma pessoa bastante literária e sética, apesar de não gostar muito de idéias filosóficas, creio na racionalidade contínua, a fase de transição é comletamente aceitável e direta em nossa vida, fazendo com que nos tornamos parte da evolução, uma coisa é certa, transição quando não boa é porque há algo que não foi completado anteriormemte.

    Marcelo Jr. Blog, opiniões, críticas e reflexões sobre diversos temas:

    www.mlongatijr.blogspot.com

    Até mais !!!

  • 16 de outubro de 2010 17:22

    Acho qe estamos sim em uma metamorfose constante, mas é claro que há mudançastão intensas qe marcam mais! Vestir a roupa nova e sentir aquele frio na barria quando começamos sempre algo novo! Ameei o post! beijos *-*

  • 25 de outubro de 2010 13:17

    opa, visitando novamente

    parabéns pelo seu blog

    está cada dia melhor e

    o seu post está muito bom

    visite-nos tmbm e gostando siga q

    seguiremos na sequencia

    http://mikaelmoraes.blogspot.com

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante, agradeço pela atenção! Gostou? Me segue? Se quiserem ajudar, dêem uma clicada no banner publicitário que está no blog ok? Muita Paz e Luz para todos!